Categoria: Toponímia

Eume e Ponte d’Eume: toponímia e três lendas populares

A construção de pontes na literatura oral galega tem muito a ver com o diabo e os pautos consigo. Se o rio for de entidade, como o Eume é, com mais razão. ...

Leia mais

Toponímia maior da comarca de Arçúa

A localização da comarca, acavalo entre as províncias históricas de Santiago e Betanços tem levado à divisão de alguns dos seus concelhos e à criação de outros novos, como o de Boimorto, no...

Leia mais

Bois na toponímia: falsos zootopónimos?

As homofonias criam, amiúde, topónimos que, desde determinado ponto de vista, podem resultar intrigantes. Já falamos do caso de Cervo, Cervantes ou Cerveira, e do modo como parecem zootopónimos...

Leia mais

Toponímia maior da comarca dos Ancares

Os Ancares, a serra que hoje faz de limite oriental à Comunidade Autónoma Galega, mas que geograficamente oferece um contínuo com a comarca irredenta do Bérzio, é também o nome que recebe a...

Leia mais

Toponímia maior da comarca da Arnóia

A comarca da Arnóia — oficialmente, comarca de Alhariz-Maceda — inclui os concelhos de Alhariz, Banhos de Molgas, Maceda, Paderne de Alhariz, Junqueira de Ambia e Junqueira de Espadanedo. A...

Leia mais

Mondonhedo, o topónimo que viajou

Não há muitos casos como o de Mondonhedo, a sétima cruz do escudo da Galiza, a sétima das suas sés episcopais e a sétima das suas sete províncias históricas até 1833. A topónimo Mondonhedo...

Leia mais

Congostras

Congosta ou congostra, como variante galega, é um dos nomes empregues para denominar uma rua estreita e longa, um caminho estreito entre paredes ou cómaros: uma corga. Procede aí do latim...

Leia mais

Rãs que não cantam

As rãs coaxam. Há também quem diga que cantam, mas, na realidade, o que as rãs fazem chama-se coaxar. A toponímia, por enquanto, parece dizer o contrário, quando menos à partida. Porque polo...

Leia mais

Braga

Braga, que hoje é capital do distrito do mesmo nome, e que foi designada em épocas anteriores com formas grandiloquentes como a “cidade dos Arcebispos”, a “Roma portuguesa”,...

Leia mais

Falperra: lugar de ladrões?

Existe a crença popular de que o topónimo Falperra que temos nas cidades da Crunha e de Vigo provém do português, e que significa “lugar onde abundam os ladrões”. Ora, uma...

Leia mais